top of page

CADEIRA 25: Oscar Mendes Moren

Patrono: César Perneta -  Cadeira 25   


Copatrono: Oscar Mendes Moren (emérito, in memorian, em 07/09/2018)  


Ocupante atual: Antoinette Oliveira Blackman


Curriculo:

(1929-2018)

Nasceu, em 1º de setembro de 1929, no Rio de Janeiro. Filho de Oscar Moren e Marciana Mendes Moren. Formou-se na Escola de Medicina e Cirurgia do Rio de Janeiro em 1955. Fez residência em pediatria no Hospital dos Servidores do Estado, no Rio de Janeiro, em 1956 e 1957, no Serviço do Prof. Luiz Torres Barbosa. Fez residência em pediatria no The Long Island Jewish Hospital, em New York, Estados Unidos, de janeiro de 1958 a julho de 1959. Foi fellow em neurologia pediátrica, como supraespecialização, no Children's Memorial Hospital, em Chicago, Estados Unidos, em 1963 e 1964.

Aplicou-se a cursos de aperfeiçoamento no St. Christopher’s Hospital for Children, Filadelfia, Estados Unidos, de agosto a dezembro de 1970 e, no Children’s Hospital at University of Washington, Seattle, Estados Unidos, de janeiro a julho de 1971.

Foi médico pioneiro em Brasília. Em 1960, mudou-se para a nova capital do País para fazer parte da equipe de pediatria do antigo Primeiro Hospital Distrital de Brasília, depois Hospital de Base do DF, atual Instituto Hospital de Base.

Foi Chefe da Unidade de Pediatria do Hospital de Base durante trinta anos, de 1961 até 1991, e foi criador da pediatria terciária em Brasília, sobretudo destinada ao atendimento de doenças complexas.

Atuou como pediatra efetivo do Ipase, depois INPS, por concurso público, de 1962 até aposentadoria em 1989.

Título de especialista em pediatria pela Associação Médica Brasileira e pela Sociedade Brasileira de Pediatria.

Atendeu a várias gerações de brasilienses e formou dezenas de especialistas em pediatria durante seu programa de residência médica no Hospital de Base e que hoje atuam no Distrito Federal e em outras regiões do País. Manteve, em seu quadro efetivo de pediatras, especialistas em neuropediatria, pneumologia, nefrologia, neonatologia, cirurgia pediátrica, cardiologia, hebiatria, hematologia, oncologia.

Dedicou-se também à pintura de quadros artísticos como exemplar atividade de laser e cultura. Em Brasília, como evento mais recente, suas obras foram expostas na galeria da Casa Thomas Jefferson em 2018.

Falecimento em 7 de setembro de 2018, aos 89 anos de idade. O governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg, também lamentou a morte do médico e artista e decretou luto oficial de três dias. "Recebi com muita tristeza a notícia do falecimento de Oscar Mendes Moren, um dos pioneiros de Brasília e uma das principais figuras da história da medicina da cidade. Médico, pediatra exemplar, Moren dedicou sua vida às crianças com uma dedicação ímpar, com um cuidado e um zelo daqueles que amam sua profissão. Seu exemplo, como ser humano e profissional, seguirá vivo inspirando novos pediatras. Minhas condolências e orações aos familiares e amigos neste momento de perda", disse em nota oficial.

CADEIRA 25: Oscar Mendes Moren
bottom of page